A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 19/06/2017 9h30

    Acusado de matar e enterrar companheira em São Sepé é julgado

    Caso aconteceu em dezembro de 2014

    Acontece nesta segunda-feira (19) o julgamento do homem acusado de ter matado e enterrado a companheira em São Sepé, na Região Central. O caso aconteceu em 2014. 

    Enilda Neves Silva, na época com 56 anos, ficou desaparecida por cerca de 10 dias. O corpo foi encontrado no dia 11 de dezembro de 2014, enterrado no pátio da casa onde ela morava com o companheiro, Fábio dos Santos Dias, na época com 28 anos. O jovem assumiu a autoria do homicídio, e o pai dele também confessou a participação no crime. 

    Conforme o delegado responsável pelo caso, João Gabriel Parmeggiani Pes, Fabio e o pai foram presos no dia em que o corpo foi encontrado. Fabio está preso desde então. O pai recebeu liberdade provisória no final de dezembro de 2014, e faleceu no começo de 2015.  Ainda, de acordo com o delegado, a mulher já havia registrado ocorrências de agressão e ameaças contra o companheiro e contra o sogro. 

    O juri popular de Fábio durante todo o dia na Câmara de Vereadores de São Sepé.

    Gaúcha SM
     
    Comentários