A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 17/06/2017 17h28

    Advogado de Lula afirma que entrevista de Joesley "foi incapaz de apontar qualquer ilegalidade"

    Defesa do ex-presidente divulgou nota sobre o tema na tarde deste sábado

    Foto: PT Nacional /Reprodução

    A defesa do ex-presidente Lula reagiu com a divulgação de uma nota à entrevista que Joesley Batista concedeu à revista Época nesta semana, na qual o empresário afirmou que o PT "institucionalizou" a corrupção no Brasil. Na tarde deste sábado, o advogado Cristiano Zanin Martins publicou um breve texto a respeito do tema.

    Segundo Zanin, "a entrevista de Joesley Batista tem que ser entendida no contexto de um empresário que negocia o mais generoso acordo de delação premiada da história". Além disso, afirma que o empresário "foi incapaz de apontar qualquer ilegalidade cometida", por isso as consideração não seriam "dignas de crédito".

    Leia a nota completa:
    A entrevista de Joesley Batista tem que ser entendida no contexto de um empresário que negocia o mais generoso acordo de delação premiada da história. Mesmo nesse contexto, Batista foi incapaz de apontar qualquer ilegalidade cometida, conversada ou do conhecimento do ex-presidente Lula. Considerações genéricas e sem provas de delatores não podem ser consideradas como dignas de crédito e não têm qualquer valor jurídico.

    Cristiano Zanin Martins

    Zero Hora
     
    Comentários