•  Porto Alegre
  •  Santa Maria
  •  Serra
  •  Zona Sul
00:00Gaúcha no Carnaval04:59
 
 
 
 
A
 
 
 
 
- Atualizado em 14/05/2013 23h35

"Aposto no Inter", diz capitão do time campeão da Copa do Brasil em 1992

Autor do gol do título da única Copa do Brasil conquistada pelo Inter, Célio Silva ainda torce pelo colorado

Quando se fala em Internacional e Copa do Brasil um nome vem à cabeça de todos os colorados: Célio Silva. O "canhão", famoso por suas cobranças de faltas, ficou eternizado na história do Inter por uma cobrança de pênalti. O ex-zagueiro afirma que é lembrado até hoje pela conquista vermelha.

"Os meus amigos brincam comigo que eu seco o Inter para que nunca vença a Copa do Brasil para não me esquecerem, mas não é verdade (risos)", conta Célio. O ex-xerifão aproveitou para projetar a partida desta quarta contra o Santa Cruz e torce pelo time de Dunga. "O Santa Cruz é o atual campeão pernambucano, então creio que vai ser um jogo complicado. O Inter não tem uma boa tradição em Copa do Brasil. Ainda é um time em formação. Mudaram jogadores e o treinador, mas acredito que o Inter tem potencial de superar o Santa Cruz. Aposto no Inter", afirma.

Saudosista, relembrou sua carreira no Beira-Rio, quando recém-chegado do Vasco - sob desconfiança - foi acolhido por Ênio Andrade e Luís Carlos Winck. Disse que na época havia um certo preconceito com os jogadores vindos do Rio de Janeiro, que tinham famas de malandros e preguiçosos. "Não era o meu caso! Sempre fui aguerrido e me adaptei rápido", relata.

Áudios
Comentários