A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 15/05/2017 17h09

    BM afasta comandante de batalhão suspeito de assédio sexual no Sul do Estado

    Tenente-coronel teria assediado uma soldado do batalhão que ele comandava em Rio Grande

    O Comando-Geral da Brigada Militar afastou o comandante do 6º Batalhão de Polícia Militar de Rio Grande, no Sul do Estado. De acordo com a Corregedoria da BM, existe uma suspeita de assédio sexual praticado pelo tenente-coronel Ari José Cassanta Chaves.

    O caso já estava sendo investigado através de sindicância na região e passou a ser apurado em um Inquérito Policial Militar. O afastamento é válido até a conclusão da investigação.

    "A nossa fundação é de apurar. Temos que apurar e se é caso grave, como esse, é afastado", afirma o corregedor-geral da Brigada, tenente-coronel Régis Rocha da Rosa.

    O assédio teria ocorrido contra uma soldado do batalhão, que formalizou a denúncia. Nos dias posteriores, outras denúncias contra o oficial chegaram até a corporação.

    A Rádio Gaúcha tenta falar com o tenente-coronel Ari José Cassanta Chaves. O major Leonardo Nunes, que estava em Pelotas, assumiu provisoriamente o 6º Batalhão de Polícia Militar de Rio Grande.

    Gaúcha
     
    Comentários