A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 09/09/2015 12h32

    Cachoeira do Sul decide pagar parte da dívida do Estado com transporte escolar

    Governo deve R$ 220 mil ao município

    Foto: Prefeitura de Cachoeira do Sul /Divulgação

    A prefeitura de Cachoeira do Sul, na Região Central, vai pagar R$ 45 mil dos R$ 220 mil devidos pelo Governo do Estado às empresas de transporte escolar. A decisão foi tomada na terça-feira (8). O valor é referente ao mês de julho. Com isso, a dívida fica em R$ 175 mil, relativa à integralização dos valores de julho e agosto. Cada empresa de transporte receberá de acordo com a quantidade de alunos que atende e quilometragem.

    A prefeitura explica que se o repasse de parte dos recursos não for feito até sexta-feira (11), a dívida chegará ao terceiro mês e somará R$ 285 mil, e as empresas ameaçam parar. Caso parem, 541 estudantes serão prejudicados. Mensalmente, o Estado deveria repassar R$ 180 mil ao município, no entanto, repassa R$ 110 mil, o que deixa um déficit de R$ 70 mil - que é a contrapartida do município. Um convênio gere o acerto.

    O diretor de articulação com os municípios da Secretaria Estadual de Educação, Itamar Batista Chagas, acredita que no momento em que forem liberadas as contas do Estado, o que deve ocorrer nesta quinta (10), começarão a ser feitos os repasses do Estado aos municípios que participam do Programa de Apoio ao Transporte Escolar (PEATE). As contas foram bloqueadas pela União no momento em que o Estado deixou de pagar a dívida.

    A prefeitura vai pagar as 13 empresas que prestam serviço. Elas transportam diariamente 541 estudantes para escolas estaduais, sendo que 309 estão matriculados no ensino fundamental e 232 no ensino médio. As empresas decidiram manter as linhas pelo menos até dia 25.

    Gaúcha SM
     
    Comentários