A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 04/01/2014 12h55

    Coleta de lixo é normalizada em São Leopoldo, mas lixões ainda preocupam

    Descarte irregular é realizado em diversas vias do bairro Vicentina

    Galeria de imagens

    Após uma semana sem coleta de lixo, moradores de diversos bairros de São Leopoldo voltaram a contar com o serviço na sexta-feira (3). No entanto, apenas o lixo residencial, em sacolas e contêineres, foi recolhido. Outro problema, recorrente na região, preocupa quem tem sua residência próximo a terrenos baldios e ao arroio João Corrêa, no bairro Vicentina.

    Os resíduos descartados irregularmente causam mau cheiro, atraem animais e, ainda, acumulam água que beneficia a proliferação de mosquitos, como o da dengue. “Vem gente de tudo que é lugar soltar lixo aqui, até de carro. O cheiro é insuportável”, relata a garçonete Luana Benitez.

    Moradores que deixam roupas, pneus, móveis, entre outros resíduos, são apontados como os principais culpados pela sujeira que toma conta das ruas. Ainda assim, a prefeitura do município é cobrada. “A prefeitura tem que estar atenta, embora já tenha sido feito o recolhimento e o lixo voltou”, conta o garçom Gilberto Pereira.

    Limpeza
    O secretário de Serviços Públicos de São Leopoldo, Charles Pierre da Silva, relata que a limpeza nesses pontos ocorre semanalmente.

    “Nós temos mapeados 95 pontos. Eram 138. A gente já conseguiu extinguir 43”, afirma. Ele também destaca que há a intenção de destinar áreas para a instalação de ecopontos, locais para o descarte de resíduos, mas ainda não há previsão.

    Coleta de lixo
    Em São Leopoldo, a empresa SL Ambiental foi notificada pelo atraso na coleta. Os motivos alegados foram a falta de mão de obra durante o feriadão e a quebra de dois caminhões. Em 2013, a companhia recebeu 46 notificações e sete multas. No entanto, apenas uma, de pouco mais de R$ 500, foi paga.

    Região Metropolitana
    A falta de coleta de lixo afetou outras cidades da Região Metropolitana nesta semana de ano novo. Em Viamão, o aumento na geração de resíduos pegou de surpresa a companhia responsável pelo recolhimento dos resíduos. A região da Vila Augusta foi a mais atingida. Em Gravataí, houve a colocação de dois caminhões extras para atender a demanda. A normalização em ambos os municípios deve ocorrer neste final de semana.

     
    Comentários