A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 09/09/2015 18h26

    Geração de empregos formais em 2014 é a mais baixa em 15 anos

    Números foram divulgados nesta quarta-feira pelo governo

    Foto: Diego Redel /Agencia RBS

    Número divulgado nesta quarta-feira (9) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) mostra que o Brasil gerou 623,1 mil vagas formais de emprego em 2014, o pior resultado anual desde 1999. As informações são do jornal Zero Hora.

    No último mês do ano passado, existiam 49,572 milhões de postos, representando um crescimento de 1,27% em relação a 2013.

    Já no Rio Grande do Sul, o número de empregos formais alcançou 3,1 milhões em dezembro de 2014 - crescimento de 0,85% em relação ao estoque de emprego de dezembro de 2013. Em números absolutos, essa expansão decorreu do acréscimo de 26,2 mil postos, em relação a dezembro do ano anterior.

    No âmbito setorial, os melhores desempenhos foram registrados pelos serviços, com a geração de 29,2 mil postos (2,99%) e pelo comércio, com aumento de 11,8 mil postos (1,88%). Em termos relativos, o melhor desempenho também coube aos serviços, com o crescimento de 2,99% - acréscimo de 29,2 mil postos.

    Os desempenhos negativos foram observados nos setores da indústria de transformação (-2,12%), que eliminou 15,8 mil postos de trabalho, e na agropecuária (-1,05%), que suprimiu 865 empregos. O rendimento real médio do trabalhador gaúcho cresceu 3,09% em relação a dezembro de 2013, como resultado de variações positivas nas remunerações médias percebidas pelos homens (2,61%) e pelas mulheres (3,97%).

    ZERO HORA
     
    Comentários