A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 21/04/2017 10h59

    Homem é preso em Santiago suspeito de estuprar e engravidar a filha de 16 anos

    Este é o terceiro caso de abuso sexual de adolescentes nas regiões Central e Fronteira Oeste no mês de Abril

    Um homem de 45 anos foi preso nessa quinta-feira (20), em Santiago, suspeito de estuprar e engravidar a filha de 16 anos. O caso aconteceu na cidade de Itacurubi, na Região Central. 

    Segundo a Polícia Civil, a vítima relatou que era abusada sexualmente pelo pai desde os 14 anos de idade. O fato veio à tona no início do mês de abril, quando a adolescente teria passado mal e foi submetida a exames que confirmaram a sua gravidez.

    O suspeito, que estava com a prisão preventiva decretada, foi detido em um matagal, dormindo dentro de um veículo no interior do município. Ele foi encaminhado ao Presídio de Santiago.

    Outros casos
    Este é o terceiro caso de abuso sexual de adolescentes que vem à tona em abril nas regiões Central e Fronteira Oeste. No dia 13, um homem de 52 anos também foi preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 13 anos em Rosário do Sul. Segundo a Polícia Civil, a menina residia com o pai. Após a gravidez, a adolescente foi morar com a mãe em outra cidade, mas disse que estava grávida de um namorado, também adolescente, que moraria em Rosário do Sul.

    Desconfiada, a mãe teria pressionado a garota, que admitiu que estava sendo abusada pelo próprio pai. Um exame de DNA foi feito e o resultado apontou que o filho da adolescente é do pai dela.

    Outro caso aconteceu em São Francisco de Assis. Uma mulher de 34 anos foi presa porque agenciava a filha adolescente de 13 anos para ter relações sexuais com um homem de 52 anos, de Jaguari, há cerca de um ano. O homem pagava, semanalmente, R$ 250 para se encontrar com a adolescente uma ou duas vezes por semana. Ele, inclusive, construiu um quarto separado nos fundos da casa onde a adolescente morava com a mãe e com uma irmã de 11 anos.

    Gaúcha SM
     
    Comentários