A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 10/09/2015 12h18

    Homem que colocou prancha no Laçador pede desculpas: "foi uma brincadeira"

    Estátua amanheceu com prancha embaixo do braço e os dizeres "me levem para Cidreira" e "Avante Surf Criollo"

    Tiago Boff

     

    tiago.boff@rdgaucha.com.br

    Milena Haas

     

    milena.haas@rdgaucha.com.br

    Prancha foi colocada no símbolo da capital nesta quinta (10)

    Foto: Felipe Daroit /Gaúcha

    Eduardo Linhares, ou “Taura Cura” como se define o presidente da Associação El Surf Criollo, pediu desculpas ao prefeito da Capital, José Fortunati, por ter colocado uma prancha no monumento ao Laçador. Ele afirmou que sua ideia era “dar risada” e que o ato não passou de uma brincadeira. Em entrevista ao Timeline Gaúcha da manhã desta quinta-feira (10) ele sugeriu ainda que o prefeito colocasse um cavalo crioulo ao lado da estátua:

    “Eu passava por ali e via o 'louco' muito triste. A gente sempre acreditou que o surfe faz as pessoas felizes. A ideia também surgiu para divulgar o nosso movimento do surfe crioulo, um esporte novo, em que somos puxados por um cavalo”.

    Taura Cura explicou que o sentimento de andar a cavalo e surfar são muito parecidos: “Entrar em contato com o horizonte, enxergar longe, o que nos dá uma sensação de liberdade”. Uma das regras do esporte é a de o ‘surfista’ subir pilchado em cima da prancha.

    O prefeito José Fortunati discorda da ação. Ele disse que a atitude apresenta um grande risco aos monumentos da Capital:

    “Não gostei. Imagina se todo dia alguém resolve ir aos monumentos afixar coisas. Tenho experiência negativa no Paço Municipal, quando a Fonte Talavera foi destruída por um indivíduo em um protesto”.

    Fortunati ponderou que a prefeitura teve de despender recursos de forma desnecessária até o Laçador: “Tivemos que deslocar Guarda Municipal e EPTC, servidores que deveriam estar atendendo fatos mais graves”.

    No Timeline, ambos chegaram a iniciar uma discussão, mas o pedido de desculpas de Eduardo Linhares parece ter amenizado o imbróglio.

    Gaúcha
     
    Comentários