A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 03/09/2015 19h30

    Mesmo após resultados ruins, Seleção Brasileira mobiliza jovens nos EUA

    Taffarel foi bastante assediado na porta do hotel da delegação

    Galeria de imagens

    Carisma do selecionado brasileiro pode ser conferido na porta do hotel em Nova Jersey. Neymar e Kaká são os maiores ídolos, mas David Luiz e Marcelo também agitam a torcida. Os desempenhos recentes do Brasil não são bons. A perda da Copa do Mundo, levando 1 x 7 da Alemanha, e a eliminação da Copa América ainda nas quartas-de-finais abalaram a imagem da Seleção, mas o carisma ainda persiste. 

    Na frente do Hotel Westin, em Nova Jersey, cada saída para treinamento do time de Dunga é um delírio coletivo de mais de 100 torcedores, a maioria adolescentes, que ficam se acotovelando à espera de um momento próximo com os ídolos brasileiros. Neymar e Kaká são os mais assediados, mas David Luiz, Hulk e Marcelo também merecem a gritaria dos fãs. 

    A Comissão técnica tem em Dunga e Taffarel suas grandes estrelas. De um modo geral, e dentro das possibilidades, eles dão atenção aos populares que provem dos mais diversos países. Além de brasileiros, tem equatoriano, indiano, italiano e, é claro, os norte-americanos. Para o jogo de sábado, entretanto, não é esperada lotação na Red Bull Arena, cuja capacidade é para 28 mil torcedores. 

     
    Comentários