A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 24/06/2017 12h35

    Morre mulher que aguardou 5 dias por um leito de UTI em Porto Alegre

    Marta Inês Martinez Gonzales, 58 anos, faleceu nesta sexta-feira

    Após cinco dias de espera, uma paciente que procurou um posto de saúde na zona leste de Porto Alegre, no último domingo (18), foi transferida para uma UTI apenas na quinta-feira (22). Na sexta-feira (23), ela faleceu.

    De acordo com familiares de Marta Inês Martinez Gonzales, 58 anos, o quadro clínico da paciente se agravou desde a chegada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Bom Jesus, mas não havia leitos para tratamento intensivo vagos na Capital.

    – Ela foi só piorando. Deu infecção generalizada nela – relata a filha da paciente, Vanessa Martinez Castro.

    Marta foi encaminhada à UPA devido a uma infecção intestinal. Ela também apresentava desnutrição, anemia e depressão.

    De acordo com Vanessa, servidores da Unidade sugeriram que ela buscasse a Defensoria Pública para tentar um leito através de uma decisão judicial. Ela conseguiu o apoio da Justiça na noite de quarta.

    A transferência para o Hospital Vila Nova, na zona sul da Capital, ocorreu na noite de quinta-feira.

    De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), todos os casos que aguardavam por um leito de UTI eram graves e, por isso, não houve priorização da paciente Marta. Quando a Justiça obrigou o município a oferecer uma vaga em hospital, ela foi para o primeiro lugar da fila.

    O titular da SMS, Erno Herzhein, estava sem comunicação por telefone durante a manhã deste sábado (24), de acordo com a assessoria da pasta, mas estará à disposição para comentar o caso durante a tarde.

    Gaúcha
     
    Comentários