A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 19/05/2017 16h43

    Professora de presídio é presa por entregar celular a detento

    Prisão em flagrante foi realizada na tarde desta sexta-feira

    Uma professora que ministrava aulas no Presídio de Canela foi presa em flagrante por entregar um celular a um detento na tarde desta sexta-feira (19). A ação conjunta entre a Polícia Civil e a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) flagrou, com câmeras, o momento em que ela deixa o aparelho no banheiro.

    Conforme o delegado Vladimir Medeiros, a investigação sobre a entrada de telefones no presídio começou no início deste ano. Com informações de agentes da Susepe, a Polícia Civil chegou a suspeita de que a professora era responsável pela entrega.

    A ação, conforme a investigação, começava com o detento e a professora combinando o ingresso do celular por meio de um aplicativo de mensagens. Depois, o preso deixava o dinheiro no banheiro para o pagamento dela e para a compra do aparelho - o valor girava em torno de R$ 300 a R$ 400. Depois da compra, ocorria o movimento inverso: ela deixava o celular no banheiro para que o detento o buscasse. 

    De acordo com o delegado, existem outras filmagens de ações semelhantes. A Polícia Civil não divulgou o nome da professora, que será encaminha ao Presídio de Canela, depois de lavrado o flagrante. 

    A titular da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Janice de Moraes, ainda não foi comunicada oficialmente sobre o caso, mas adianta que serão tomadas as medidas legais para o afastamento da professora.

    Gaúcha
     
    Comentários