A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 09/09/2015 15h58

    Projeto atende homens acusados de agressão em Caxias do Sul

    Em um ano, 170 pessoas participaram

    São sete encontros semanais

    Foto: Maria Elaene Tubino

    Homens, Orientação, Reflexão, Atendimento é isso que signifa o HORA. O projeto do juizado da Violência Doméstica de Caxias do Sul atende homens que foram denunciados por violência contra a mulher.

    O HORA é um espaço em que os homens se encontram, conversam e refletem sobre a situação que estão vivendo e o que os levou a essa situação. O projeto começou de maneira experimental antes mesmo da criação do juizado, em novembro do ano passado. Conforme o juiz Emerson Kaminski, o projeto começou em maio de 2013 como um trabalho de conclusão de curso de pscicologia da professora de Direito Remi Soares.  Nos moldes em que está hoje, o HORA existe desde agosto do ano passado. 

    Os homens são intimados a comparecer ao primeiro de uma séria de sete encontros semanais. A participação no programa não é obrigatória para o andamento do processo criminal.

    "O que queremos é mostrar que a agressão não é a forma de resolver conflitos", explica a psicóloga.

    De acordo com a psicóloga judiciária que coordena os atendimentos, Maria Elaene Tubino, de agosto de 2014 a julho deste ano, 574 homens foram intimados a comparecer às reuniões. Desses, 344 foram ao primeiro encontro. Ao todo, 100 homens concluíram os encontros e 70 ainda estão participando das reuniões. Dentre os fizeram o programa, a psicóloga afirma que não houve reincidência.

    Ao analisar o perfil dos quase 350 homens que participaram ao menos da primeira reunião, percebe-se que a maioria, 65%, não tinha antecedentes criminais e que quase 90% estão empregados.A faixa etária predominate é dos 18 aos 30 anos.

    Audiência Pública

    Nesta quinta-feira (10), haverá uma audiência pública na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul para marcar o Dia Nacional da Luta contra a Violência à Mulher. O encontro será na sala das comissões Vereadora Geni Peteffi às 13h30min. 

     
    Comentários