A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 09/09/2015 15h19

    Revitalização da orla do Guaíba começa em outubro na Capital

    Prefeito Fortunati afirma que terá que deslocar efetivo da Guarda Municipal durante as obras

    Galeria de imagens

    revitalização de 1,3 km da orla do Guaíba, entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias, começará no início de outubro. A assinatura do contrato entre prefeitura de Porto Alegre e o consórcio Orla Mais Alegre - das empresas Procon, Sadenco e SH Estruturas Metálicas - foi assinado na manhã desta quarta-feira (9), em cerimônia no Gasômetro.

    Antes do início das obras, toda área será isolada para a realização do trabalho.

    Com o tempo de execução da obra previsto para 18 meses, se nada atrasar, a nova orla do Guaíba deve ser entregue à população em março de 2017. Esta fase da obra está orçada em R$ 60,6 milhões.

    O trecho deve ter uma nova ciclovia, caminhos melhor iluminados, diversos bares, um atracadouro para barcos, arquibancadas, deques e um restaurante panorâmico, instalado dentro do Guaíba. Para manter a segurança do local, o prefeito José Fortunati admite que será necessário deslocar guardas municipais.

    "Hoje não teríamos condições de manter efetivo 24 horas no local, mas durante o processo das obras, o País deve retomar o processo de crescimento e isso será possível". Segundo o prefeito, um novo concurso público deve ser realizado para contratação de guardas. 

    Os trabalhadores das bancas próximas à Usina do Gasômetro serão realocados, e o trânsito de veículos na avenida Edvaldo Pereira Paiva não deve ser afetado.

    Segundo o prefeito José Fortunati ainda não há previsão para o lançamento de uma nova licitação para revitalizar outro trecho da orla, entre a Avenida Ipiranga e o Parque Gigante do Internacional. Esse projeto é mais aguardado, pois deve ser composto por uma pista de skate, além de quadras poliesportivas.

    Gaúcha
     
    Comentários