A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 08/09/2015 18h18

    RS promete "ações imediatas" para conter aumento da criminalidade

    Órgãos de segurança estiveram reunidos para tratar sobre as ações

    Foto: Félix Zucco /Agencia RBS

    Os responsáveis pelos órgãos de segurança pública do Rio Grande do Sul estiveram reunidos nesta terça-feira (8) para tratar do aumento da criminalidade no Estado, em especial em Porto Alegre e Região Metropolitana. Participaram do encontro com o secretário estadual da Segurança, Wantuir Jacini, representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias e Susepe. 

    Em nota, a secretaria afirma que foram estabelecidas "ações que serão desencadeadas em caráter imediato e de curto prazo", mas não houve o detalhamento sobre o que será feito.

    Sartori diz que violência no RS é similar a de outros estados

    Também participaram do encontro o diretor-presidente da EPTC, Vanderlei Capelari, e o chefe de equipe operacional da Guarda Municipal de Porto Alegre, Carlos Fogasso.

    O pedido de ajuda do Exército ou Força Nacional de Segurança - que será feito pelo prefeito José Fortunati ao governador José Ivo Sartori - não foi tratado no encontro.

    Gaúcha
     
    Comentários