A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 16/12/2015 11h47

    Travesti Brenda Lee é encontrada morta em Pelotas

    Paulo Rogério Duarte Nunes, de 46 anos, receberia o diploma do curso de Psicologia no sábado

    Galeria de imagens

    A travesti Brenda Lee, nome social de Paulo Rogério Duarte Nunes, de 46 anos, foi encontrada morta dentro do próprio quarto nesta quarta-feira (16) pela mãe da vítima em Pelotas. Segundo a Brigada Militar, o corpo estava em cima da cama e apresentava ferimentos na cabeça. No chão, estava o encosto de ferro de uma cadeira. O crime foi na rua Barros Cassal, bairro Areal.

    Segundo familiares, Brenda Lee estava na companhia de um homem na noite anterior. A residência está revirada. À polícia, a mãe da vítima disse que não ouviu barulho durante a noite. O carro, um Focus verde, não estava na garagem, o que pode configurar o caso como latrocínio. 

    A Delegacia de Homicídios e Desaparecidos (DHD) está chamando pessoas próximas à vítima para prestar depoimento. Ela esteve em uma boate antes de ir para casa. 

    Brenda Lee é uma figura conhecida em Pelotas, principalmente pela trajetória no Carnaval. Já foi candidata à vereadora pelo DEM nas eleições de 2008 e receberia o diploma pelo curso de Psicologia na Universidade Católica de Pelotas (UCPel) no próximo sábado (19), mas com o nome de batismo.  

    Este é o 107º homicídio registrado este ano no município.

    Gaúcha
     
    Comentários