- Atualizado em 17/07/2017 16h10

"Trepida a janela dos moradores", reclama associação sobre som alto no bairro Cidade Baixa

No domingo, ação da Brigada Militar para liberar trânsito terminou em confusão na Rua João Alfredo

Foto: Divulgação /Brigada Militar

As associações de moradores e a dos comerciantes do bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre, concordam com a ação da Brigada Militar realizada na Rua João Alfredo, no último domingo, para dispersar o público e liberar a via que estava bloqueada. Bombas de gás lacrimogêneo foram usadas na ação, e houve correria pelas ruas do bairro.

De acordo com a diretora da associação de moradores, Ângela Farias, os problemas com som alto têm se agravado recentemente na região. 

— Trepida a janela dos moradores (por causa do barulho). Imagina aquela residência que tem idoso, criança, acamado — reclamou, em entrevista ao programa Gaúcha Repórter desta segunda-feira (17).

Ângela ainda afirma que a ação BM foi resposta a um "apelo dos moradores", incomodados com a situação que se repete em todos os finais de semana. Ela também diz que os bares regulares não causam transtornos, mas sim as pessoas que bebem na rua, os ambulantes e os comércios irregulares. 

Da mesma forma, o vice-presidente da Associação dos Comerciantes, Éguer Viana Gonçalves, concorda com a ação da polícia e afirma que a situação atual não favorece os moradores, nem mesmo os comerciantes. 

— O que está acontecendo nas calçadas e na rua não é o que a gente quer. O comércio irregular fomenta quem vem e fica bebendo nas calçadas. Isso não é harmônico para o bairro e prejudica o estabelecimento sério — explica. 

Segundo o comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Eduardo Oto Amorim, esta foi a primeira vez em que as pessoas desrespeitaram a BM e reagiram ao pedido para liberar via e baixar o som. 

— Se não houver respeito e houver agressão, a Brigada Militar vai ter que responder na mesma proporção — afirma o oficial. 

Assim como os moradores, o comandante acredita que o maior problema é com as pessoas que ficam na rua e aumentam o som dos carros em via pública. 

Ação na João Alfredo

O tumulto registrado na Rua João Alfredo, durante ação da Brigada Militar, ocorreu por volta das 3h de domingo (16). A ação para desobstruir a via foi realizada após pedido de moradores.

Bombas de gás lacrimogêneo foram utilizadas, e a confusão resultou em correria pelas ruas do bairro. Não há registro de feridos.

Gaúcha
 
Comentários