- Atualizado em 07/06/2017 11h49

Trovão Azul e viaturas da BM estão em área improvisada na zona norte há dez dias

Nesta manhã, 36 suspeitos de crime estão no local que só tem um banheiro e nenhum chuveiro

Foto: Vitor Rosa /Rádio Gaúcha

A Secretaria da Segurança Pública improvisou um local na zona norte de Porto Alegre para estacionar o ônibus-cela e viaturas da Brigada Militar que custodiam presos por falta de vagas no sistema prisional. Na manhã desta quarta-feira (7), o terreno da Avenida Sertório tinha 11 veículos policiais, além do "Trovão Azul". Os 20 presos do ônibus dividem duas celas, de acordo com facção de cada um. Outros 16 estão nas viaturas, vigiadas por cerca de 30 PMs, que deixaram de circular nas ruas.

O acesso ao terreno, que fica no número 3.200 da Avenida Sertório, não é pavimentado e viaturas chegam a atolar no barro. A entrada também está cheia de buracos devido à chuva dos últimos dias. No local, há um galpão de alvenaria, onde os PMs se abrigam e guardam os alimentos que são fornecidos aos presos. Há apenas dois banheiros, e um é usado pelos policiais. Não há onde tomar banho e os brigadianos reclamam do forte odor.

Além de PMs, também há no local agentes da Força Nacional de Segurança deslocados para a guarda de presos.

Desde o dia 25 de maio, o Trovão Azul está sem local fixo porque houve o desabamento do telhado de um galpão da Academia de Polícia. O veículo chegou a ficar no Estádio Olímpico, antes de ser transferido para o terreno na Sertório, há dez dias.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a desativação do Trovão Azul está condicionada à abertura de vagas no presídio de Canoas, que está com obras atrasadas. A previsão da SSP é de abertura de 200 vagas na unidade em julho deste ano. Para isso, será improvisado um acesso, já que a construção da rua projetada está parada devido a um impasse com a prefeitura de Canoas.

 

 

Gaúcha
 
Comentários