A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 09/08/2017 12h21

    Viatura da Brigada Militar é pichada durante atendimento a ocorrência em Uruguaiana 

    Comando da BM considera pichação como "ato gratuito de vandalismo"

    Lateral da viatura da BM de Uruguaiana foi pichada

    Foto: Brigada Militar - Divulgação

    Uma viatura da Brigada Militar (BM) foi pichada durante o atendimento a uma ocorrência em Uruguaiana, na Fronteira Oeste, pouco depois das 23h30min de segunda-feira (7). Os policiais haviam deixado o veículo estacionado enquanto abordavam pessoas consideradas suspeitas no bairro Mascarenhas de Moraes. Quando voltaram, minutos depois, encontraram a Palio Weekend pichada. 

    As letras pichadas se assemelham às encontradas em prédios. São símbolos que provavelmente remetem a um pichador do município. 

    O ato é considerado uma afronta pela BM. O coronel Kleber Rodrigues Goulart, comandante do policiamento na Fronteira Oeste, entende que a ação mostra um equívoco na forma de pensar de parte da sociedade com o trabalho dos policiais. 

    — Chamou a atenção a consideração que eles têm com uma viatura, que  é do povo, da própria sociedade. É uma viatura policial, que estava fazendo abordagem a indivíduos que estavam em situação pouco aconselhável  — relata o coronel. 

    O comandante garante que não houve recentemente no município possíveis atos de violência por parte de policiais que pudessem ter levado a pichação por vingança. Ele afirma que é um "ato gratuito de vandalismo". 

    Na terça-feira (8), PMs do batalhão encaminharam a limpeza da viatura, que já está nas rua novamente. 

    Zero Hora
     
    Comentários