A
     
     
     
     
     
     
    - Atualizado em 08/09/2015 17h29

    Vice-presidente articula aumento da Cide com governadores do PMDB

    Temer vê no reajuste uma maneira de aumentar a arrecadação

    Vice-presidente se reúne com governadores do PMDB nesta terça

    Foto: Jose Cruz /Agência Brasil

    O vice-presidente da República, Michel Temer, defende o aumento da Contribuição sobre Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre os combustíveis, como uma das maneiras de aumentar a arrecadação e tentar reverter o déficit de R$ 30,5 bilhões previstos para 2016. O assunto vai estar na pauta da reunião da noite desta terça-feira (8) entre Temer e os governadores do PMDB, incluindo José Ivo Sartori.

    Atualmente, a Cide é de 10 centavos sobre o preço do litro da gasolina e 5% sobre o diesel. Do valor arrecadado, 29% vai para estados e munícipios - sendo 75% para os estados e 25% para os municípios. Em julho deste ano, o Rio Grande do Sul recebeu R$ 4,6 milhões e os municípios gaúchos R$ 1,5 milhão referente a Cide.

    Sartori em Brasília

    O governador José Ivo Sartori cumpre agenda em Brasilia. No final da tarde de hoje, ele se reúne com a ministra da agricultura, Kátia Abreu, para apresentar os resultados da Expointer 2015.

     

    RBS BRASÍLIA
     
    Comentários